quarta-feira, 21 de maio de 2008

Uma Chance

De sol a sol vou contado ruas tristes,
sem ter a chance de chorar sem que tu visses
tornei-me um lutador a dor ja' nao me comove,
e tenho horizontes prontos para uma prova dos nove .
da'-me uma chance pra te mostrar que ela nao existe,
da'-me uma chance pra te provar que tu nunca a viste...
da'-me um momento um minuto ou um segundo,
da'-me uma chance de poder mudar o mundo...
da'-me uma chance para começar tudo de novo,
da'-me uma chance para mudar a vida dum povo
pra ser a sorte de quem tem azar a mais, pra ser a fuga pra reclusos sem condicionais
da'-me uma chance para ser a soluçao que queres,
o coraçao que chora quando tu ja' nao consegues
pra ser a lagrima de esperança em rostos....
Da'-me uma chance pra dar chance a todos, trocar
respeito pelo 'odio que temos uns pelos outros
pra ser abraço de quem na solidao espera,
pra ser perdao pra quem vive sem saber que erra .
ser o teu momento alto da felicidade trocar o beat por saude e força de vontade
fazer a diferenxa sem presença so' no verso,
tornar real cada chance que eu te pexo da's-me essa chance?
tu nao encontras porque a chance nao existe acorda
a vida e' una e e' bom que a vivas agora,
o mundo e' uma forca e a espera so' te traz a corda
e's o momento, e's o que tens, o que fizeste, tu e's achance porque e' que esperas pelo que nao tiveste
esquece o amanha de qualquer forma nao pode ser, com uma chance que nao tens e nunca vais ter....

Sem comentários: